EMBRAPII e ABAL levam pesquisadores às fábricas do setor de Alumínio

A EMBRAPII (Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial), organização vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Invocação, e a ABAL (Associação Brasileira de Alumínio) promovem, entre os dias 03 e 05 de abril, a Conexão ABAL, Road Show que leva pesquisadores das Unidades EMBRAPII para conhecer plantas industriais de empresas do setor de alumínio no estado de São Paulo. A iniciativa é a primeira ação oriunda da aliança firmada entre as duas entidades em fevereiro.

O Road Show tem como objetivo aproximar o setor industrial de centros de pesquisas, além favorecer a geração de novos negócios e a cooperação em P,D&I entre as empresas e as instituições de pesquisas.

O roteiro de visitas começa na fábrica da Prolind - um dos maiores produtores de perfis de alumínio e fabricação de peças, em São José dos Campos. Na quinta-feira (4), os pesquisadores seguem para Pindamonhangaba, onde vão visitar as instalações de laminação e reciclagem de alumínio da empresa Novelis, uma das maiores recicladoras de metais. O roteiro fecha na capital paulista com a ida à CBA (Companhia Brasileira de Alumínio), empresa que produz desde a extração da bauxita até produtos transformados como bobinas e chapas.

Aliança

Em fevereiro, a EMBRAPII e a ABAL firmaram aliança para investir em inovação do setor e desenvolvimento de novos processos e produtos a partir metal. O acordo propõe aproximar e estreitar as relações do setor com a rede de Unidades EMBRAPII, tornando-a referência para atividades de pesquisa e inovação da indústria do alumínio.

“Para inovar é fundamental que as empresas tenham acesso a equipamentos, mão-de-obra extremamente qualificada e centros de pesquisa de ponta e, as Unidades EMBRAPII estão preparadas para atender as demandas do mercado com agilidade e flexibilidade que os projetos de P,D&I exigem", destaca o diretor de Planejamento e Gestão, José Luis Gordon.

A Indústria do Alumínio exportou cerca de US$ 3,8 bilhões em 2018. No ano anterior, gerou 415 mil empregos e faturou cerca de R$ 65 bilhões, o que corresponde a 5,4% do PIB Industrial Brasileiro. O presidente-executivo da Associação Brasileira do Alumínio (ABAL), Milton Rego, destaca que a iniciativa trará mais competitividade ao setor.

A aliança com a ABAL se soma a uma série de ações da EMBRAPII com o objetivo de fortalecer laços com setores industriais específicos. A instituição também mantém acordo com a ABIMO (Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos e Odontológicos), a ABTCP (Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel), a ABINEE (Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica) e o Sindipeças (Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores).

Sobre a EMBRAPII

A EMBRAPII, organização vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, atua por meio da cooperação com instituições de pesquisa científica e tecnológica, públicas ou privadas, tendo como foco as demandas empresariais e como alvo o compartilhamento de risco na fase pré-competitiva da inovação.

O financiamento da instituição obedece a seguinte regra geral: a EMBRAPII pode investir até 1/3 das despesas das Unidades com projetos de PD&I (recursos não-reembolsáveis), enquanto o restante é dividido entre a empresa parceira e a Unidade. Ao compartilhar riscos de projetos com as entidades (por meio da divisão dos custos do projeto), estimula-se o setor industrial a inovar mais e com maior intensidade tecnológica para, assim, potencializar a força competitiva das empresas no mercado interno e internacional.

Seja o primeiro a avaliar!


Adicionar aos favoritos

04 abr 2019


Por Da Redação
Compartilhe & Favorite
Anuncie